Portal do Cadastro de Contribuintes     
,

Receita

» Principal
» Secretário
» Hierarquia Organizacional
» Coletorias Estaduais
» Conselho Rec. Fiscais
» Corregedoria Fiscal
» ESAT
» Gerências Regionais
» Postos Fiscais
» Recebedorias de Renda
» Fale Conosco
» Denúncia

Serviços

» Portal Serviços On-line
» AIDF-Informações
» ATF - Acesso
» Cadastro de Usuários
» Cad. de Contribuintes
» Cadastro - EC 87/2015
» Certid. Dados Cadastrais
» Consulta Cadastro PB
» Consulta Selo - Água Mineral
» Cons. Geral Processos
» Consultar/Validar FIC
» Credenciamento NF-e
» Educação Fiscal
» Emissão do DAR
» Emissor Cupom Fiscal
» Emitir Certid.de Débito
» Emitir FIC
» FAC Eletrônica
» GNRE
» IPVA
» ITCD
» Legislação
» Orientação Fiscal
» PED - Proc.Eletr.Dados
» Portal CT-e
» Portal MDF-e
» Portal NF-e
» Portal NFC-e
» Postos de Combustíveis
» Protocolo 21/2011 – CONFAZ
» Regularidade N.F.Avulsa
» ROP
» Simples Nacional
» SPED Fiscal
» Termo de Trânsito
» Validar Certidão Débito

Declarações

» GIA-ST
» GIM
» GIVA
» SINTEGRA

Índices e Tabelas

» Ato COTEPE /MVA
» Ato COTEPE / PMPF
» Cota Parte ICMS
» Distribuição da Arrecadação ICMS
» IGP-DI/IPCA/SELIC
» Índice Partic. Municípios
» Pauta Fiscal Fretes
» Pauta Fiscal Produtos
» Prev.Rec.Municipais
» Produtos Subst.Tribut.
» Tabela de Municípios
» Tabela de Receitas
» UFR-PB

Editais e Informes

» Editais
» Cheque Moradia
» Links
» REFIS/PB
 

RECEITA » EDITAIS E INFORMES » NOTÍCIAS

Sexta-feira, 29 de novembro 2013



      


Equipe de inteligência fiscal da Receita Estadual apreende semi-joias sem nota fiscal em hotel da orla em João Pessoa

 

Uma investigação do setor de Inteligência Fiscal da Secretaria de Estado da Receita levou a apreensão de semi-joias que estavam sendo comercializadas sem nota fiscal em um hotel na orla, na praia de Tambaú, em João Pessoa. As mercadorias foram avaliadas em R$ 100 mil.

Segundo as investigações da equipe de Inteligência Fiscal da Receita Estadual, as semi-joias eram oriundas da empresa Di Roma, sediada no município de São Paulo. O serviço de inteligência da Receita Estadual vinha levantamento informações sobre as transações que ocorriam no hotel há um mês e deflagrou a operação no hotel com auditores fiscais da Subgerência de Mercadoria em Trânsito do 1º Núcleo Regional da Receita Estadual, que culminou na apreensão das mercadorias que estavam sendo comercializadas sem qualquer nota fiscal por um representante.

Durante as investigações, o setor de inteligência descobriu que o mesmo hotel da orla servia como base de hospedagem e também de atendimento dos clientes para distribuição da mercadoria irregular. Os representantes do recebiam no próprio quarto do hotel os clientes que revendiam as mercadorias no Estado da Paraíba sem nota fiscal, assim como também eram comercializadas sem emissão de qualquer documento fiscal, causando prejuízo ao erário.

De acordo com os auditores fiscais da Subgerência de Mercadoria em Trânsito do 1º Núcleo Regional da Receita Estadual, que calcularam o valor das mercadorias apreendidas e realizaram ainda a lavratura do auto da infração, foi aplicada a alíquota de 17% de ICMS sobre o valor calculado, além de uma multa de 100%.  Como o representante pagou à vista a multa da mercadoria, o novo decreto publicado em junho deste ano garante um desconto de até 50% no valor da multa nessa forma de pagamento. O valor pago do tributo e de multa somou R$ 25,5 mil, que foram recolhidos aos cofres públicos.

Untitled Document

 

 

Relação de Notícias :

 


Fale conosco :
Jornalista responsável:
JEAN GREGORIO
  • TELEFONE: (83) 3218 4859
  • E-MAIL
  •