Portal do Cadastro de Contribuintes     
,

Receita

» Principal
» Secretário
» Hierarquia Organizacional
» Coletorias Estaduais
» Conselho Rec. Fiscais
» Corregedoria Fiscal
» ESAT
» Gerências Regionais
» Postos Fiscais
» Recebedorias de Renda
» Fale Conosco
» Denúncia

Serviços

» Portal Serviços On-line
» AIDF-Informações
» ATF - Acesso
» Cadastro de Usuários
» Cad. de Contribuintes
» Cadastro - EC 87/2015
» Certid. Dados Cadastrais
» Consulta Cadastro PB
» Consulta Selo - Água Mineral
» Cons. Geral Processos
» Consultar/Validar FIC
» Credenciamento NF-e
» Educação Fiscal
» Emissão do DAR
» Emissor Cupom Fiscal
» Emitir Certid.de Débito
» Emitir FIC
» FAC Eletrônica
» GNRE
» IPVA
» ITCD
» Legislação
» Orientação Fiscal
» PED - Proc.Eletr.Dados
» Portal CT-e
» Portal MDF-e
» Portal NF-e
» Portal NFC-e
» Postos de Combustíveis
» Protocolo 21/2011 – CONFAZ
» Regularidade N.F.Avulsa
» ROP
» Simples Nacional
» SPED Fiscal
» Termo de Trânsito
» Validar Certidão Débito

Declarações

» GIA-ST
» GIM
» GIVA
» SINTEGRA

Índices e Tabelas

» Ato COTEPE /MVA
» Ato COTEPE / PMPF
» Cota Parte ICMS
» Distribuição da Arrecadação ICMS
» IGP-DI/IPCA/SELIC
» Índice Partic. Municípios
» Pauta Fiscal Fretes
» Pauta Fiscal Produtos
» Prev.Rec.Municipais
» Produtos Subst.Tribut.
» Tabela de Municípios
» Tabela de Receitas
» UFR-PB

Editais e Informes

» Editais
» Cheque Moradia
» Links
» REFIS/PB
 

RECEITA » EDITAIS E INFORMES » NOTÍCIAS

Quinta-feira, 13 de fevereiro 2014



      

Receita Estadual apreende dezenas de placas de granito e de mármore comercializadas de forma irregular em Cabedelo

 

No monitoramento de estabelecimentos do segmento mineral na Grande João Pessoa, auditores fiscais do 1º Núcleo Regional da Secretaria de Estado da Receita descobriram depósito irregular que armazenava mais de 500 metros quadrados de placas de mármore e de granito no bairro de Intermares, em Cabedelo. O estabelecimento estava com diversas irregularidades como, por exemplo, inexistência de inscrição estadual e placas compradas com nota fiscal de terceiros.

De acordo com levantamento dos auditores da 1ª Gerência da Receita Estadual, com sede em João Pessoa, foi contabilizado 95 placas de granito e de mármore em diversas cores no local. Após a lavratura do auto de infração, elas foram transportadas para o Centro de Prestação da Receita Estadual (COP), que fica no Distrito Industrial de João Pessoa, até o pagamento do imposto devido.

Para liberar as placas, os proprietários deverão pagar crédito tributário no valor de R$ 28 mil, que corresponde à alíquota de 17% do ICMS sobre os produtos apreendidos, além da multa de 100%.  Caso as placas de granito e de mármore forem resgatadas em até 30 dias, a nova legislação do Regulamento do ICMS prevê desconto de até 50% do valor da multa. Os proprietários ainda deverão regularizar o cadastro do estabelecimento junto à Secretaria de Estado da Receita e providenciar, entre outras obrigações, a inscrição estadual para continuar comercializando no local.

O gerente do 1º Núcleo Regional da Receita Estadual, João Batista Neto, revelou que a fiscalização de rotina no segmento mineral vai continuar ao longo do ano como forma de evitar a sonegação fiscal e a concorrência desleal no Estado. “É a primeira forte apreensão do ano no setor mineral, mas o monitoramento dos auditores do 1º Núcleo continuará vigilante no setor para evitar esse tipo de comercialização irregular no Estado”, declarou.

Untitled Document

 

 

Relação de Notícias :

 


Fale conosco :
Jornalista responsável:
JEAN GREGORIO
  • TELEFONE: (83) 3218 4859
  • E-MAIL
  •