] SER / Notícias

Portal do Cadastro de Contribuintes     
,

Receita

» Principal
» Secretário
» Hierarquia Organizacional
» Coletorias Estaduais
» Conselho Rec. Fiscais
» Corregedoria Fiscal
» ESAT
» Gerências Regionais
» Postos Fiscais
» Recebedorias de Renda
» Fale Conosco
» Denúncia

Serviços

» Portal Serviços On-line
» AIDF-Informações
» ATF - Acesso
» Cadastro de Usuários
» Cad. de Contribuintes
» Cadastro - EC 87/2015
» Certid. Dados Cadastrais
» Consulta Cadastro PB
» Consulta Selo - Água Mineral
» Cons. Geral Processos
» Consultar/Validar FIC
» Credenciamento NF-e
» Educação Fiscal
» Emissão do DAR
» Emissor Cupom Fiscal
» Emitir Certid.de Débito
» Emitir FIC
» FAC Eletrônica
» GNRE
» IPVA
» ITCD
» Legislação
» Orientação Fiscal
» PED - Proc.Eletr.Dados
» Portal CT-e
» Portal MDF-e
» Portal NF-e
» Portal NFC-e
» Postos de Combustíveis
» Protocolo 21/2011 – CONFAZ
» Regularidade N.F.Avulsa
» ROP
» Simples Nacional
» SPED Fiscal
» Termo de Trânsito
» Validar Certidão Débito

Declarações

» GIA-ST
» GIM
» GIVA
» SINTEGRA

Índices e Tabelas

» Ato COTEPE /MVA
» Ato COTEPE / PMPF
» Cota Parte ICMS
» Distribuição da Arrecadação ICMS
» IGP-DI/IPCA/SELIC
» Índice Partic. Municípios
» Pauta Fiscal Fretes
» Pauta Fiscal Produtos
» Prev.Rec.Municipais
» Produtos Subst.Tribut.
» Tabela de Municípios
» Tabela de Receitas
» UFR-PB

Editais e Informes

» Editais
» Cheque Moradia
» Links
» REFIS/PB
 

RECEITA » EDITAIS E INFORMES » NOTÍCIAS



      

Receita Estadual publica índice provisório da cota-parte do ICMS dos municípios paraibanos

 

A Secretaria de Estado da Receita publicou uma portaria de forma preliminar, no Diário Oficial do Estado, com o índice de participação da cota-parte da arrecadação do ICMS das 223 cidades paraibanas, que será aplicado no exercício de 2016. O Governo do Estado repassa, mensalmente, 25% do recolhimento do tributo aos municípios, com base no Índice de Participação dos Municípios (IPM), definido para cada cidade.

De acordo com o texto da portaria 168, os municípios terão, agora, até o dia 30 de julho para apresentar “o pedido de impugnação dos valores adicionados relacionados com a declaração de contribuintes estabelecidos em seu território e não computados, em virtude da omissão do contribuinte na entrega de declaração; e da falta ou inexatidão nos dados fornecidos pelo contribuinte na declaração entregue”. Após esse período de 30 dias, a Receita Estadual vai analisar os processos dos municípios e publicar o índice definitivo do IPM até o final de agosto.

A gerente Operacional de Informações Econômico-fiscais da Receita Estadual, Tatiana Menezes, afirmou que a participação dos municípios para buscar informações adicionais com o intuito de elevar Índice de Participação dos Municípios (IPM) nessa fase de índice provisório é fundamental. “Temos casos concretos de municípios que trabalharam para reverter o índice e elevaram a sua cota-parte do ICMS aos adicionarem os dados omissos de contribuintes. Para ajudar e alertar sobre os prazos de impugnação, a Secretaria de Estado da Receita já repassou a lista do índice preliminar de todos os 223 municípios para a Federação das Associações de Municípios da Paraíba (Famup) repassar aos gestores. As regras para o cálculo do IPM provisório de 2016 não foram alteradas. Foram tomadas novamente como base as informações fiscais da arrecadação de todos os contribuintes e de todos os regimes de apuração junto com a média proporcional da população”, explicou.

A cota-parte do ICMS tem forte repercussão na gestão pública dos maiores municípios paraibanos. No ano passado, o Governo da Paraíba repassou aos 223 municípios paraibanos mais de R$ R$ 1,081 bilhão em cota-parte do ICMS, o que representou um aumento de 12,95% sobre o ano anterior.

 

 

 

 

 

 

Untitled Document

 

 

Relação de Notícias :

 


Fale conosco :
Jornalista responsável:
JEAN GREGORIO
  • TELEFONE: (83) 3218 4859
  • E-MAIL
  •